Have an account?

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Grandes contistas, grandes truques - parte VI


Hemingway e a "teoria do iceberg"

Boa noite. Retomando nossa pequena apresentação de grandes mestres do conto que nos podem dizer algo para nossa inspiração, dou um pequeno salto no tempo (já que falávamos sobre o fim do Séc. XIX) e vou para a época da crise de 29, também conhecida como Jazz Era, na qual o grande escritor norte-americano Ernest Hemingway tornou-se famoso.
Dele, pegamos para nossa discussão o que se convencionou chamar de "teoria do iceberg". Na verdade não se trata de uma real teoria, mas de um certo esquema de produção estética que se tornou muito famoso, especialmente por causa de sua difusão na arte do conto. Essa "teoria" sugere-nos que um conot deve ser tal como um iceberg. Ao nos depararmos com uma destas montanhas de gelo, não temos toda a compreensão de suas dimensões, pois só temos acesso a sua ponta, a prte profunda dele nos é encoberta pela água do mar, iludindo-nos a respeito de seu tamanho. Para os seguidores deste tipo de construção narrativa, o conto deve ter este mesmo efeito, ou seja, o mais importante nunca se conta, está apenas sugerido nos intertícios do texto. Como grande exemplo qualquer conto de Hemingway pode nos mostrar no que esta "teoria do iceberg" consiste: o autor conta sempre uma história corriqueira, sem nenhuma importância aparente, para que o leitor analise o conteúdo da história e perceba que algo maior, mais importante está acontecendo "por debaixo do pano".
Esse tipo de recurso na arte do conto ao longo do tempo, não apenas por causa de Hemingway, mas por outros autores anteriores que já possuíam uma linha de pensamento similar, tornou-se extremamente difundido, figurando até como um dos princípios básicos para se escrever um bom conto (lembremos nós que o conto não tem seu conceito fechado mesmo nos dias de hoje). Recomendo do própio Hemingway o clássico conto "Colinas como elefantes brancos". Semana que vem retomo o assunto para explicar um pouco melhor.
Até mais!

[Wander Shirukaya]
escreve contos e pode ser encontrado aqui:
e-mail: shirukaya@yahoo.com.br
http://blogdoshirukaya.blogspot.com/
Twitter: @shirukaya

2 comentários:

Diego S. ST. disse...

Muito interessante esse assunto, confesso que sou leigo, mas é muito interessante saber desse tipo de coisa e um pouco de cultura não esta fazendo mal a ninguém!

Eduardo Ramos de Medeiros disse...

Muito legal !!

Não conheçia sobre o assunto mas achei mto interessante.

Postar um comentário

Leia, comente participe e não deixe de ser nosso asinante:
http://papeisonline.blogspot.com/p/assine.html