Have an account?

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Sofrimentos poéticos


Vícios tristes
Paranóias, realidade que não existe
Cortes, sangue, cicatrizes.
Mau manuseio da faca
Sempre perco a alma.

Cansa, desiste.
Faz seus planos em casa
Fome, chora água fria
Rola e deita, não comprem nada!
Os versos; tédio,
Arte; face,
Ofereço; preço,
Vender; desaparecer.
Deixar-se acontecer.

3 comentários:

Kelly Christi disse...

poesia em movimento!!!!!! REVOLTANTE E PERSPICAZ!!!

http://www.pequenosdeleites.blogspot.com/

goukieth disse...

Nossa. u.u

Riqueza Digital disse...

Muiiito bom o blog, já estou seguindo!

Postar um comentário

Leia, comente participe e não deixe de ser nosso asinante:
http://papeisonline.blogspot.com/p/assine.html