Have an account?

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Pedras no Caminho - Stella Araújo


Andando pela rua
Sem a menor atenção
E com os pés caminhando
Sem comando ou razão.
Pessoas, carros, árvores...
Tudo passa e eu não percebo.
Como um zumbi, ando pelas ruas desta cidade...
Sem sentimento algum e com a mente vazia
Subo as ruas e desço as avenidas.
Mas o destino se incumbe dos que se esqueceram da vida
E vivem em uma permanente e maçante rotina.
De lá para cá, de cá para lá...
Todo dia, na mesma hora, no mesmo lugar
A mesma expressão de quem não está lá.
Uma topada numa pedra muda o costume.
Isso muda tudo.
Percebo as pessoas, os carros, as árvores.
Saí da rotina e para isso só precisei de uma pedra.
Se fosse uma flor eu nem a teria percebido.
Pode até ser mais bonita,
Mas para que serve essa beleza hoje em dia?
Os infortúnios são os que nos acordam
Desse marasmo que tem sido a vida.
No dia seguinte a mesma apatia.
O efeito da pedra era passageiro
Como as promessas de ano novo
Que eu fiz um dia.
Em meu caminho comum,
Piso em uma flor... Nem vejo.
Continuo meu caminho...
De lá para cá, de cá para lá...
Mas as pedras no caminho irão me acordar.
Stella Araujo
Alguém que vê nas palavras a oportunidade 
de desabafar fingindo que o real é fantasia.
 

2 comentários:

Talitchééééééénhaaaaa disse...

Ownnnn... Mt orgulhosa da minha amiga artistaaaa!!!
Adoro seus textos! Simplesmente perfeitos...
Sentimentos compartilhados inconcientemente q se revelam por um simples conjunto de palavras arrumadas de um jeito magnífico por uma grande escritora e mt mais q isso... UMA VERDADEIRA AMIGA!!! amo vc!!!

Paulo Meucci disse...

Uhull!
Sabia que voce ia estar aqui tambem \o/
Esse texto é simplesmente fod#
ASUaushUASHuash
merece o impresso o/

Postar um comentário

Leia, comente participe e não deixe de ser nosso asinante:
http://papeisonline.blogspot.com/p/assine.html