Have an account?

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Filho do Outono


Viver em outono,
só esperar o inverno...

Farejar abandonos,
temer e sorrir ao eterno.

Ser frio e quente,
filho dum sozinho instante...
que de repente,
te alegra e te guia vibrante.

Mas, do teu lado elegante,
caindo devagar sobre o solo
o sol encerra seu dia galopante,
e o amanhã não é nosso.

Talvez, será melhor,
Talvez...
Talvez não.
Mas sempre
                                                     T  A
                                                             L
                                                         V
                                                      E
                                                      Z

Pedro Bravo,
@pedro_bravo

1 comentários:

LADY D. A. disse...

As vezes me irrita o final do dia :/

Postar um comentário

Leia, comente participe e não deixe de ser nosso asinante:
http://papeisonline.blogspot.com/p/assine.html